terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Não há nada, não ha sorriso, ha uma alma
estilhaços, armadura e um grito
liberdade, liberdade
para um coração bom
que só não soube se adaptar
ha um mundo que não tem perdão.

...

e assim tudo vai
na mais forma da tranquilidade
se cai, levanta... é a ordem da vida

a vida não te pergunta, se você esta preparada
se tudo esta bem...

você tem que levantar pela manhã e vestir a armadura
Lutar sem pensar nas feridas, ou nos pedaços que te faltam

O mundo quer você bem, de sorriso no rosto e cabelo arrumado
Mas por favor não cobre pelo brilho nos olhos
a gente aprende rápido a disfarçar, a fingir a plenitude
A gente aprende arduamente a deixar suas dores de lado
Pra mostrar pro mundo, uma pessoa aos pedaços!





segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

como posso amar você


Estranhamente estranho, o meu arrepio ao te olhar
A dependência do toque na pele
A vontade de correr para uma igreja qualquer, e me tornar as vistas de Deus eternamente sua.
Não posso deixar de te amar, pois eu me apaixono todo dia.

E nas minhas promessas, eu prometo nunca mais me permitir esquecer, que a razão da minha vida é você
Que é por você os meus sonhos, a minha garra, a minha vontade de ir além e além...

Amar você, foi a melhor coisa que já me aconteceu
O melhor beijo foi aquele que você me deu

Foi quando juntos nos completamos na maneira mais pura
Na frenética troca de movimentos com o mais repleto amor
Que eu percebi, que eu estava vivendo e não apenas existindo...
Eu estou amando, te amando...
Com você, os meus dias tem sentido, tem razão, tem porquê

Eu te amo, da forma mais pura e bonita
por você, deixei pra lá as ladainhas
e me entreguei de novo a poesia!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Talvez eu continue a mesma
Olho pra dentro de mim...
Como tudo pode mudar dessa forma?
Como a rotina arranca de você o brilho dos olhos...
O cansaço, te faz esquecer de tudo o que realmente é importante

Não posso permitir...