terça-feira, 17 de julho de 2012

again, again

eu me entrego a tentativas frustadas
e me levanto cheia de esperança

eu tento persistir no que parece impossível
e bem, só eu entendo isso.

eu quero acreditar
que o amanhã será diferente
mais há uma força que me puxa de volta a rotina
que me escraviza
que me tira os sonhos

Não há nada que não lute
não há nada tão perto
desistir, eu não desisto mesmo
é da minha natureza medíocre

Lute, lute
mesmo que o sol não esteja brilhando
Deus está agindo e vivo em você
Frase que ecoa na minha mente


quarta-feira, 4 de julho de 2012

flash

relógio me lembra, 9 horas se fazem novamente
olho pela janela e o que vejo é sombra do passado
sentimento abusivo
leva tudo o que nos pertence
coração, gravado, marcado
certas coisas a gente não se esquece, entende?
certos pedaços, a gente perde, compreende?

o cheiro faz muito efeito
lembranças com um simples farejo
som altamente presunçoso
toca toca e deixam lembranças conosco

saudade, nem sempre significa que tudo valeu a pena
muitas vezes o que sentimos falta
é de como se sonhava simples e alta
momentos e rastros do que fomos
são as vezes os motivos de lágrimas vazias

?

lá fora,
risos, sol, euforia
aqui dentro
preguiça, cama, melancolia
ir ou ficar
crer ou não
dúvidas
um belo coração
não saber o caminho por qual quer seguir
pecado não há de ser
enquanto para minhas contas eu dar o meu parecer
me diga o que o resto tem haver?