domingo, 22 de janeiro de 2012

seus olhos chegam a sua alma
seu cheiro te procura a cada anoitecer
você tenta e tenta novamente
é uma espécie de veneno...
ela vai e te mata aos poucos
Você vê o olhar dela em outras
você procura noite após noite alguém que tenha algum detalhe dela
Você não pode encontrar-la
Não é qualquer garota que tem o brilho que ela tem ... (versos I )

Um comentário:

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?