terça-feira, 5 de julho de 2011

soneto

nada dura pra sempre afinal
tudo se perde em apenas piscares
mais tudo o que se guarda
dentro do peito
doce segredo
que irradia entre a escuridão
terna aconchegante
tudo se torna simples quando se acostuma com a dor

2 comentários:

  1. "tudo se torna simples quando se acostuma com a dor" nem sempre tão simples pois as vezes é preciso maquiar o verdadeiro sentimento pra enchegar ao fundo a luz brilhante e reluzente de felicidade pois por mas que doa é o caminho mais simples pra saber que o bem mais amado de sua vida está feliz!!

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei muito...
    realmente, a gente se acomoda com a dor, ela fica em segundo plano, e ela acaba por se tornar um sentimento até que bom, que no meio da frieza dos que nos tornamos sussurra bem baixinho lá dentro, como se avisasse que o lado humano ainda não nos deixou.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?