quinta-feira, 16 de junho de 2011

Se Eu Fosse Forte

Se eu fosse forte,
Como Deus e o mundo quer.
Como sei que pode ser.
Se eu morasse em outro lugar.
Onde todos só quisessem ver o bem.
Me dissessem algo além.
Do que eu quero...
O que eu quero.

Se eu fosse grande,
Como sei que posso ser.
Quando tudo me explicar.
Quando tudo conspirar a meu favor.
Eu lhe mostro de onde vem,
O meu pavor do escuro.

Mais meu peito enfim,
Não quer mais saber.
Vive assim jogado.
Deita e dorme cedo.

Mas meu peito enfim,
É tudo banal.
Quando choram alto.
E deitam-se no asfalto.
Pra dizer que querem partir mais não.
Querem partir mais não...
Querem partir mais não.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?