quinta-feira, 16 de junho de 2011

doce criança


A observar
o simples balançar, da minha inocente criança
como eu queria ter aquele brilho nos olhos
como eu queria ter a certeza de que o mundo era bom
como eu queria nunca ter perdido a minha inocência

no vai e volta
ela me sorri
e me diz que consegue tocar o sol
se balançar com um pouco mais de força
e que se pular, vai sair voando pelo céu
como uma borboleta azul

Estar ali
e escutar isso
me vez repensar tanta coisa
me fez amar um pouco mais o que eu escolhi pra fazer
e juro, que quero viver eternamente nessa magia

na doce magia, de ser criança pra sempre !

Um comentário:

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?