sábado, 5 de março de 2011

estrela, ao infinito

Há tempos
o seu olhar só pertencia a mim
sua presença era mágica, assim

e hoje
só me lembro do seu sorriso
dos seus gestos
e de te ter comigo
quando a chuva mansa
nos deixava presos ao acaso

se foi
e esqueceu de me levar
vejo suas fotos
parece tão distante de mim
mais seus olhos
parecem me convidar
te vejo sempre em distancia
e há um segurança perto de você
não posso ouvir o som da sua voz
muito menos sentir seu cheiro
amor platónico, afinal
estrela distante
que meus dedos não pode alcançar
amor platónico , final

4 comentários:

  1. se foi
    e esqueceu de me levar
    vejo suas fotos
    parece tão distante de mim
    mais seus olhos
    parecem me convidar

    Então aproveite e corra atrás e faça o platônico se transformar em ideia/realidade.

    ResponderExcluir
  2. ou vais atrás dele ou segues em frente sem ele, não tens mais hipóteses (infelizmente).

    beijinho :)*

    ResponderExcluir
  3. Acho que prefiro não comentar nada sobre o post( sabe ñ q eu seja a melhor pessoa)mas gostaria mt q lesse o q esrevo..estou selecionando a dedo as pessoas q qro compartilhar meus pensamentos

    ResponderExcluir
  4. Lindo conjunto: Imagem linda, ótimo texto.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?