sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Devaneios

Olho nos olhos dela
Onde esta aquela garota
que eu deixei sozinha a tempos a trás
vejo os seus olhos
Eu lembro das suas lágrimas
E me pergunto
Por que olhos tão brilhantes 
Escorregam lágrimas vazias ?

Seu andar não era tão seguro
acho que suas pernas não tremem mais
quando ela me ver passar

Te olho pela ultima vez
Pois apesar
Você não é mais minha menina
Você cresceu
Você mudou
E nessa mudança
Você me deixou pra trás
Nada mais justo então
Uma vez eu lhe abandonei
Agora você me esqueceu



4 comentários:

  1. Está tudo muito lindo por aqui assim como sua poesia...

    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir
  2. "Você cresceu
    Você mudou
    E nessa mudança
    Você me deixou pra trás".

    Sabes, às vezes é preciso mesmo esquecer..

    beijinho**

    ResponderExcluir
  3. Crescer é fundamental, esse poema me fez lembrar dessa frase:
    "Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos".
    (Fernando Teixeira de Andrade)

    ResponderExcluir
  4. uma vez eu lhe abandonei, agora vc me esqueceu...uma lindura, o titio gosta muito do seu estilo poético, vc é incisiva, vai no ãmago daquilo q deseja transmitir, por isso é tão bom passar por aqui, passear no seu espaço é uma beleza pra descansar a mente do tio, minha linda mais uma vez vc merece bjos, bjos e bjossssssssssssssssss

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?