domingo, 21 de novembro de 2010

Adeus menino


Menino, não vou ficar, eu vou
Eu vou pra entender
Quem eu sou
Atrás da linda moça que amava
E assim que sair eu vou chorar
Sem você
Mas é que atrás da linda moça que amava
Em algum lugar
Tá uma mulher que também sou
Que escolhe andar por onde vão seus pés
E se hoje fico aqui
Ela parou
Te falo quem quer o bem
Para seu amor
Ama como é
E ama sua liberdade
Amanhã ou depois sem os véus da moça que amava
Eu ainda amarei
Quem um dia me amou
E ainda que aí não possa
A moça está em algum lugar
Com ela agora há uma mulher
Que escolhe andar por onde vão seus pés
Que escreve, antes de ler seu destino
Eu tenho que ir,amado
Adeus menino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?