sábado, 13 de fevereiro de 2010

... Velhiinho jah ^^'

Tão iguais somos
Buscamos os mesmo ideais
Sonhos sempre teremos
Não custa nada sonhar
Ao menos se todo aquele amor acabasse
Assim do mesmo jeito que começou
Ela sumiu sem deixar vestígios
Ele apenas não quiz mais
Como um brinquedo que perde o valor
A dor simplismente ela não aguentou
E ele dela tem pena
E ele dela se aproveita
E ela apaixonada se submetia a tudo
E ela se deixava ser feita de boba
Ela não podia mais enxerga com os proprios olhos
Estava cega por um amor que não valia a pena
E um dia ela se conformou que aquele que ela achava que amava tanto
Simplismente deicou de existir
Daquele menino lindo pelo qual ela se apaixonou
Só vão restar lembranças boas
Mais a pessoa que ele se tornou
Ela não gosta de ouvir nem o nome
E ele continua na sua longa estrada
Seguindo da maneira que acha que é certo
E ela continua seguindo a sua estrela mais brilhante
E procurando a mais pura felicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar
volta mais uma vez voolta?